w w w . s h a n t a l l . c o m


half not

Está tudo errado…

ABOUT
Uma caipira, que mora na roça, e gosta de falar pelos cotovelos e desenhar.
Nice person, wrong planet!
Artista plástica e escritora por condição, defensora dos animais por escolha, membro da Academia Jahuense de Letras, jornalista, funcionária pública e estudante de pedagogia.

Mortal but invincible – poesias em video.
Novelinha Mexicana – diálogos.
Past Intense – pequenos textos e poemas.
Oxidação sideral – imagens.
Vulsos - outros textos, alguns com audio.
Blog – algo do tipo… ” Meu querido diário!”

“A Shantall não é nada normal.
Não é do tipo sem sal.
Ela troca a chapeuzinho pelo lobo mau
E quando todos chegam ela diz tchau.
Acho mesmo que ela veio do espaço sideral
Enfim… Shantall é a tal!”
Danilo Gentili – apresentador de tv , escritor, roteirista, cartunista, ilustrador, compositor e saci branco de duas pernas.

“Sh. é coisa de sua cabeça, nem existe.
Lembra? Pippi Langstrumpf levantando cavalo com um dedo, pura ficção, tipo menina de pano que tagarelou a falar pelos cotovelos.Sh. é gente que inventa a própria vida, tipo nem existe.
Pilota Renault rocinante pelas cidades de Calvino e Gullar. É gente, de verdade, como todo mundo queria ser e ninguém tem coragem de tentar.Sh. é o que Carrol e Exupery tentaram. Princesa de Bambuluá cortando as cabeças que bem entende, e como entende de cabeças, e do pulso que ainda e sempre pulsa, no ritmo que quiser.Sh. chega a ser fantasia de tanto que é real.
Sh. é da Sadia.”
Roberto Moreno – jornalista, escritor, editor do UOL e perito em terremotos e corações apaixonados.

“Seja para assuntos profundos, seja para os temas rasos do cotidiano, ela é imprevisível, ácida e surpreendente em cada nova palavra que aparece na tela. Afinal, seu computador é seu escudo. Quase intransponível.”
Paulo Cesar Martin – jornalista da Globo, radialista e podcaster que divide com André Barcinski, o comando do  Programa  Garagem, jogador de Plekos e dono do Fiapo e do Chulé.

CONTATO

e-mail: shantall@globo.com

Realmente achava que comer espinafre iria deixá-la mais forte!
Que tomar todas aquelas vitaminas com cara de MM’s
e gosto de naftalina iriam deixá-la mais saudável.
Acreditava, vez ou outra, que se tornar adulto seria algo bom.
E esta crença fez com que se deixa-se crescer.

Descobriu, numa dessas tardes frescas de maio ou abril,
que tudo o que pensava ser certo,
era o que chamavam de I-LU-SÃO!

tudo o que se pensava ser sutil
estava disfarçado
camuflado
esperando para eclodir em surtos purulentos
de ódios
dis-si-mu-la-dos
fístulas pluri-existênciais de intensidade significante

tudo o que se pensava ser útil
era apenas belo e radiante
mais objetos a ocupar a estante
obsoletos
ocupando espaços geográficos destemperados
des-tem-pe-ra-dos
falhas de memória
contando uma história em porta-retratos imediatos
nunca antes decodificados

e o que aflige…
é que
NADA MAIS IMPORTA.


“but if you listen, you’ll learn to hear the difference between the halfs and the half nots”

Danilo Gentili
A shantall não e nada normal.
Não é do tipo sem sal.
Ela troca a chapeuzinho pelo lobo mal
E quando todos chegam ela diz tchau.
Acho mesmo que ela veio do espaço sideral
Enfim… Shantall é a tal!
Proudly powered by WordPress. Theme developed by Shantall.
Copyright © w w w . s h a n t a l l . c o m. All rights reserved.