w w w . s h a n t a l l . c o m

‘massinha’

tipo hoje…

novembro 19th, 2010

Nunca fui com essa coisa de economizar sentimentos.
Sou exacerbada,  isso, sou… não são os meus sentimentos. Ah!
As pessoas que se dão bem na vida, são as pessoas comedidas, pessoas conta-gotas, pessoas de existência homeopática…  eu não, eu sou dada a tykhe, tenho alma de heroína grega… não heroína épica, que é covarde, mas de heroína trágica… é engraçado como minha vida é recheada de tragédias, e de como eu lido com elas. Ah, esse envólucro de carne esconde uma força que vem do sútil, que eu nem sei que nome dar, vai ver que o nome é ânima, palavra que de tão banalizada, até parece que é todo mundo que tem.

Hoje me disseram que eu mudei muito, que eu pareço feliz, que eu pareço ter encontrado alguma coisa que buscava.

Achei estranho, porque sempre achei tudo que buscava. Só que antes eu estava engaiolada numa realidade que não era de minha escolha, e isto foi muito bom, eu aprendi a lidar com o tempo, tive que esperar uma decisão que não dependia de mim, pra ganhar a carta de alforria, detectar meus sonhos e ir atrás deles. E quando chegou a hora, eu estava forte pra isso.

Sei amar  com um tipo amor raro e incurável, cheio de nuances e tempestades o que me torna a dois, um milhão de possibilidades. Não tem rotina comigo. Não me é pertinente essa coisa de rotina.

Sei cozinhar como se fosse avó, sei acalentar como se fosse mãe, sou firme como só os pais de verdade sabem ser, sou frágil, sou densa, sou tudo o que me dou liberdade pra ser. Sou muito protetora, muito.  Admito que duvido da minha própria fé, embora isto não me faça perder o elo com o invisível… e tento viver uma vida ética, e bonita… pra agradar o último observador… Sabe o paradoxo do observador? Eu costumo pensar um Deus, como se fosse o último observador…

Deve ser engraçado ser Deus, eu bem que gostaria… mas minha mimercofobia não me permite.

Ontem lembrei da Pessoa do Fernando, quase lhe mandei um email, mas descartei, como todos os anteriores, e, fracamente, me senti bem por isto. Queria conversar com ele, saber dele, mas então pensei ” Pra quê?” …  Praxis… sempre a praxis…  e deixei isto pra ananque, deixe ananke… Deixa pra lá…

Dizem que quando casar sara, quantas vezes mais terei que casar?

Fiquei acordada até tarde desenhando.

Pensando.

Ouvindo música antiga…  e quando eu digo música antiga, é música antiga mesmo.. é Billy Murray! Ada Jones! Ah! Tá na minha moda ser démodé!

Preety Baby

Tenho flertado de muito perto  com um mundo que me assusta, não quero dar um passo atrás, nossa meu coração até bateu errado só de pensar. Quando meu amigo me disse que eu pareço mais feliz, é porque realmente estou. Esse ano, foi muito bom pra mim, todos esses dias estão sendo. Estou mais feliz, porque estou cada vez mais longe de casa, cada vez mais longe de tudo que disseram pra mim um dia que era casa, estou mais feliz, porque hoje vivo na minha casa, na minha realidade, com as minhas cores, e não lido mais com as dores impostas por terceiros por maldade e humanidade. Estou feliz pois não tenho mais nada, nem pais, nem irmãos, nem avós, eu tenho a mim, aos meus bichos, tenho meus amigos e meu amor.

Odeio quem tem pena de si próprio! Às vezes pareço forte, porque ainda dilacerada, ando! Mas isto não é força, é amor pela existência.

Esse ainda não estava terminado quando fotografei… agora já está!

xD

Já comecei e terminei outro… e estou com um outro começado, e preparando papel pra mais ^^  ae to eletriquinha hoje…

E por aí vai… e por aí vou…

Ah… voltei…

nossa que dia foda…

surtos plus…

quando produzo várias coisas, fico triste depois… querendo enviar tudo pro … he-who-must-not-be-named ver… mas, nunca mando, nunca falo, antes deletava os drafts… agora nem draft rola…

¬¬

xD

isso é apenas um teste na textura do papel…

Mudando de pato pra ganso… digo… gato!

Uma menina muito da fofa, veio em minha casa dia desses, e ela disse que queria um gato amarelo, então, eu fiz um gato amarelo pra ela… um gato de Schrödinger, numa caixa… mas ainda assim… um gato.. xD

^^

agora sim…

Tchau!

Sobre tamanhos e documentos…

outubro 18th, 2010

Eu disse que to desenhando em superfícies maiores? Eu disse que era grande?

Pois eh… agora que finalmenteresolvi o problema de tinta e suporte… resolvi passar todos os desenhinhos pro papel… e.. e… fiz um grandão…

Não terminei ainda… mas acho que essa semana arranjo tempo pra isso.

O problema de ser mongol tipo eu, eh que, eu passo metade do tempo olhando pro mundo e vendo todas as coisas como se fossem meus desenhinhos… metade do tempo desenhando elas do jeito que eu vejo e imagino.. e a terceira metade do tempo, uma que não tem par, nem nexo, e nem lugar pra existir… tentando tirar tudo do papel… ¬¬

Fico brincando com biscuit… e inventando de pendurar foguetinhos pendendo do teto….

Semana passada foram as bexigas, amarelas, e rosa, e azuis… a idéia fica da semana é brincar de massinha…

Será que alguém tem dessas?

Ah… vou lá… brincar mais um pouco xD

*Saudadzzz de alguém que até dói… um dia passa.

Proudly powered by WordPress. Theme developed by Shantall.
Copyright © w w w . s h a n t a l l . c o m. All rights reserved.